What different fashion styles are there

What different fashion styles are there

Filmes Brasileiros da pornochanchada dos anos 80
Download de filmes da pornochanchada.
Fotos e Videos - Pornochanchada

ADULTÉRIO, AS REGRAS DO JOGO- Dir. Ody Fraga. Detetive se envolve com esposa de milionário, a qual foi contratado para matar. (3)
AGUENTA TESÃO (O ETESÃO)- Dir. Custódio Gomes, 1986. Sexo explícito trash com direito à presença de um ridículo Et! Com Márcia Ferro, Oswaldo Cirilo. (3)

AINDA AGARRO ESSA VIZINHA- Dir. Pedro Carlos Rovai, 1974. Comédia.

AMIGUINHAS, AS - Dir. Dir. Carlos Alberto de Almeida, 1979. Mulheres, entre elas Júlia, complexada por ainda ser virgem, vão passar férias na Ilha Grande. Lá, acabam capturando presidiário que acaba de escapar da prisão; iniciando alucinada e trágica disputa pelo homem. Bom realizado e raro filme nacional. (4)

Alucinações sexuais de um macaco- Dir. Custódio Gomes, 198?- Após ANOS de procura finalmente encontramos esse sério concorrente ao título de mais esdrúxulo filme cometido na famigerada Boca do lixo! Basta dizer que o tal macaco é ninguém menos que o Anão Chumbinho fantasiado com uma tosquíssima fantasia de gorila! Só para fãs de trash em estágio terminal! XXX! (3)

Aluga-se Moças- Dir. Deni Cavalcanti, 1982. Um dos títulos mais requisitados e raros do cinema erótico nacional. História sobre o velho drama das garotas do interior que degradam na cidade grande. Com Gretchen (em cena de stript tease) e Rita Cadilac. Raridade.(4)

ALUGA-SE MOÇAS 2-(1)

AMANTES DAS CHUVA- Dir. Roberto Santos (4)

AMANTES DE UM CANALHA- Dir. Tony Vieira. Filme policial raríssimo. Imagem meio embaçada, mas assistível. (1)

AMANTES DE UM JUMENTO- Dir. Di Angel, 1987. GENIAL e hilariante comédia-trash-pornô, sobre negro se vingando de português caricato e racista, que certa vez o humilhou expulsando de seu caminhão porque (segundo ele): "preto quando não caga na entrada, caga na saída; exte gajo vai acabar cagando no meu caminhão". Inacreditável final com direito a uma cena GORE de castração humana. Altamente recomendado pra quem garimpa bizarrices fílmicas nacionais. (3)

AMADAS E VIOLENTADAS- Dir. Jean Garret, 1975. David Cardoso interpreta escritor de novelas policiais que sente impulso incontrolável de matar todas as mulheres com que se envolve. Surpreendente bom clima de suspense, com direção habilidosa. (4)

AMOR BANDIDO- Dir. Bruno Barreto, 1978. Bom policial sobre velho detetive desprezado pelo filha, que investiga onda de assassinato de taxistas. Boa produção, inspirada em fatos reais. (3)

AMOR E TRAIÇÃO- Dir. Pedro Camargo, 1981- Vaqueiro mata a esposa com uma machadada, pela mesma ser cobiçada tanto por rico coronel quanto por seu filho. Após ser preso, se envolve com dondoca da sociedade, que o usa como modelo para quadros. Com Cláudia Ohana, Ítala Nandi, Jofre Soares. (4)

AMOR VORAZ - Dir. Walter Hugo Khouri, 1984. Ana (Vera Visher) se recupera de esgotamento nervoso numa casa do litoral, onde encontra estranho homem, que se comunica por telepatia. Com Vera Fisher e Lucinha Lins.(4)

ANALISTA DE TARAS DELICIOSAS, O- Dir. Izuaf Rusnam (Fauzi Mansur), 1984. Pornochanchada explícita e altamente cômica, satirizando o velho seriado ´´A ILHA DA FANTASIA´´. Destaque para o anão Chumbinho interpretando o Tatu. Recomendado. (4)

ANJOS DO SEXO- Dir. Levy Salgado & Lady Francisco, 1981.. (3)

ANJOS E DEMÔNIOS- Dir. Carlos H. Christensen (4)

ANÚNCIO DE JORNAL - Dir. Gonzaga dos Santos, 1984. Drama erótico, sobre jovem ingênua que engravida do patrão e é despedida, acabando por tentar suicidar-se. (2)

AQUI, TARADOS!- Dir. David Cardoso & John Doo, 1981. Três história, com destaque para a terceira, onde pasteleiro chinês usa corpo de mulher com o qual acabara de praticar necrofilia como recheio de pastéis. Com Zaira Bueno. (2)

ARIELLA- Dir.John Herbert, 1980. Bom drama erótico, com Nicole Puzzi no auge da forma e em excelente atuação. (4)

ÁRVORE DOS SEXOS, A - Dir. Sílvio de Abreu, 1977. (4)

A$$UNTINA DAS AMÉRICAS- Dir. Luiz Rosenberg Filho, 1976. Uma prostituta, num período de 24 horas, acorda, briga com a mãe, anarquisa o filho, namora papai Noel, um urso azul e duas amiguinhas e por fim se encontra com o velho amante milionário. (3)

ATÉ O ÚLTIMO MERCENÁRIO- Dir. Ary Fernandes, 1971. ´´Capitão Carlos´´ enfrenta violentos grupos de contrabandistas, que guerreiam entre si e praticam sequestros. (3)

Atração satânica- Dir. Fauzi Mansur. Terror - Gore. (4)

AVENIDA CHAMADA BRASIL, UMA- Dir. Octávio Bezerra, 1989. Bom documentário, no melhor estilo Mondo, retratando as condições de vida dos habitantes da periferia da avenida Brasil, no Rio de Janeiro. Tráfico e consumo de drogas, travestis, batidas policiais, cadáveres etc, etc.(3)

AVENTURAS DE ROBINSON CRUSOE, AS- Dir. Mozael Silveira, 1978. Comédia misturando elementos de Robinson Crusoé com Peter Pan. Com Costinha e Grande Otelo. (4)

AVENTURAS DE SÉRGIO MALANDRO, AS- Dir. Erasto Filho, 1988. Provavelmente o filme mais débil-mental já cometido por ALGUÉM em todos os tempos. Sérgio Malandro tem de cumprir uma missão (achar um macaco perdido), para receber o poder de fazer o bem, que lhe será dado por um extra-terrestre. Mas para isso terá que enfrentar vilões, liderados por Pedro de Lara. (4)

AVENTURAS DE UM PARAÍBA- Dir. Marco Antônio Altberg, 1982. Com Cláudia Ohana, Íris Bruzzi. (4)

B... PROFUNDA, A- Dir. Gerard Dominó, 1984. Paródia ao clássico Deep Throat, aqui, mulher tem clitóris no ânus. Com Deborah Muniz. Um dos melhores pornôs nacionais já feitos. (4)

BABU- raro horror nacional independente, envolvendo satanismo. Gore e a presença de José Mojica Marins como Zé do Caixão! RARIDADE.(3)

BANHO DE LÍNGUA- Dir. Mauri de Queiroz (Tony Vieira), 1985. Sexo explícito com cenas ousadas para a época. (3)

BOBEOU... ENTROU- Dir. Tony Mel, 1984. Sexo Explícito. (3)

Bacalhau- Dir. Adriano Stuart, 1975. Rarísima sátira a TUBARÃO, com Helena Ramos e Matilde Mastrangi em início de carreira! Definitivamente um item de colecionador! (4)

BACANAIS NA ILHA DAS NINFETAS- Dir. Oswaldo de Oliveira, 82.(2)

BACANAL- Dir. Antônio Meliande, 1981. Dois casais trocam os pares e iniciam bacanal com três moças, quando surgem bandidos sedentos por sexo. Com Aldine Muller. (4)

BACANAL DE COLEGIAIS - Dir. Juan Bajon, 1983. (1)

BACANAL DO TERCEIRO GRAU- Dir Arlindo Ponzio, 1983. Cidade tranquila se vê agitada por onda de violência, culminando com a morte do delegado. Este filme a princípio não era pornô, mas teve cenas de sexo explícito enxertadas, pra atender exigências de mercado.(4)

BANDIDO, A FÚRIA DO SEXO- Dir. David Cardoso, 1978. Policial com Nicole Puzzi, Malu Braga e David Cardoso.(3)

BARCO DO DESEJO- Dir. Clery Cunha 198?. sexo explícito. Raridade. (4)

BARRA PESADA- Dir. Reginaldo Faria, 1977. Retrato violento e realista do submundo carioca. (2)

BEIJO 234872- Dir. Walter Rogério, 1990. Com Maitê Proença e Chiquinho Brandão. (4)

Beijo da mulher piranha, O- Dir. J. A. Nunes, 1986. Espécie de mulher vampira ou algo assim, ataca suas vítimas, especialmente homens. XXX. Com Walter Gabarron, Carla Prado. (4)

BEIJO NA BOCA- Dir. Paulo Sérgio Almeida. Casal apaixonado se envolve com o submundo do crime. Com Cláudia Ohana e Mario Gomes.(4)

BELAS E CORROMPIDAS- Dir. Fauzi Mansur, 1977. Suspense raro. (3)

O BEM DOTADO HOMEM DE ITU / HISTÓRIAS QUE NOSSAS BABÁS NÃO CONTAVAM - Pornochanchadas nacionais clássicas e indispensáveis. (4)

BONS TEMPOS VOLTARAM, VAMOS GOZAR OUTRA VEZ, OS- Dir. Ivan Cardoso, John Hebert, 1984.. Comédia erótica, com nudez e sexo softcore, em dois episódios passados nos anos 60. No primeiro, uma jovem (interpretada por Carla Camuratti), faz de tudo pra perder a virgindade. No segundo, uma festa de arromba irrita patriarca, exaltado pela tomada do poder pelo exército. (3)

BORDEL: NOITES PROIBIDAS- Dir. Oswaldo de Oliveira, 1980. Com Rosana Ghessa. (3)

BOM BURGUÊS, O- Dir. Oswaldo Caldeira, 1979. Funcionário de banco desvia dinheiro para grupo subversivo. Com José Wilker, Jofre Soares, Nicole Puzzi, Christiane Torloni. (4)

BONECA COBIÇADA- Dir. Rafaelle Rossi, 1980. Psiquiatra ajuda jovem perseguida por gente do submundo. Filme que entrou para a história com a primeira (embora rápida) cena de sexo explícito liberada pela censura. Com Francisco Di Franco, Aldine Muller. (1)

BONECAS DO AMOR- Dir. Juan Bajon, 1988. Pornô com Sandra Morelli.(3)

BONGA O VAGABUNDO- Dir Victor Lima, 1971. Bonga, um vagabundo amargurado (interpretado por Renato Aragão), arruma noiva de mentira para amigo rico, cujos pais ameaçam tirar a mesada caso não se case. (3)

BONITINHA MAIS ORDINÁRIA- Dir. Braz Chediak, 1981. Boa adaptação do clássico de Nelson Rodrigues. Moça é currada por cinco negros e parente paga jovem humilde para que se case com ela. Com Lucélia Santos, Vera Fisher, José Wilker, Xuxa Lopes.(4)

BORBOLETAS E GARANHÕES- Dir. Despedida de solteiro se transforma em orgia. Com Sandra Midori. (4)

CAÇADAS ERÓTICAS- Dir. David Cardoso, 1983. Três histórias, todas intercaladas com segmentos de sexo explícito. Na primeira, homem é seduzido por estranha mulher, na segunda, casais fazem orgias e na terceira, garotas punks seqüestram e estupram homens. C/ Matilde Mastrangi em grandes cenas de nudez e sexo simulado. (4)

Cada um dá o que tem...- Dir. Adriano Stuard, John Hebert, Sílvio de Abreu. Três ótimas histórias sobre vigaristas e seus golpes. Divertido, com nudez de belas mulheres. Com Matilde Mastrangi e Alcione Mazzeo. (4)

CAIPIRA BOM DE FUMO (Aka. OS SEQUESTRADORES)- Dir. Francisco Cavalcanti, 1986. Casal vai a motel usar heroína e transar, mas as coisas complicam para o rapaz qdo a moça, que portava uma misteriosa mala, morre de overdose. Policial com cenas de sexo explícito. (2)

CAMBALACHO SEXUAL - Dir. Carlos Nascimento, 1986. Pornô cômico da Boca-do-lixo, com duas histórias, uma sobre as aventuras sexuais de um ceguinho e outra sobre uma mulher e suas visão eróticas. Com CHUMBINHO e Kelly Muriel. (3)

Cangaceiras eróticas, As- Dir. Roberto Mauro, 1974. Nada menos que o filme de estréia de Helena Ramos e Matilde Mastrangi. Uma bizarra e divertida mistura de filme de cangaceiro com faroeste tupiniquim. (3)

CANGACEIRO DO DIABO, O- Dir. Tião Valadares, 1980. Com Claudete Joubert, Heitor Gaiotti. Dois setanejos vão ganhando fama e reunindo em torno de si muitos aventureiros, graças às pilhagens que praticam. A polícia, utilizando métodos tão violentos quanto os deles, os perseguem. (4)

carícias ardentes: noites alucinantes de messalina- dir. Fauzi Mansur, 1988. Pôrno da Boca do Lixo com reconstituição de época. (3)

CARNAVAL 87

CARNAVAL COMO O DIABO GOSTA. (4)

CARNAVAL COMO O DIABO GOSTA 2- Imagens reais de bailes e desfiles de carnaval dos anos 80 onde rolava muita sacanagem.

CARNAVAL COMO O DIABO GOSTA 4- Mais do acima

CASAL DE TRÊS, UM- Dir. Adriano Stuart, 1982. Após ser flagrado em motel com a mulher do patrão, Gilberto perde o emprego e passa a viver de bicos como bicheiro e motorista de ônibus para turistas japoneses. Ao mesmo tempo, é perseguido por vizinha mal-comida. Comédia erótica com Antonio Fagundes, Lúcia Veríssimo, Sandra Barsotti, Laura Cardoso, Otávio Augusto, Cláudio Mambertti e Felipe Levy. (4)

CASO CLÁUDIA- Dir Miguel Borges, 1979. Filme inspirado no caso real da morte da jovem Cláudia Lessin Rodrigues, que chocou o Rio de Janeiro e o país em 1977. Boa produção, montagem e trilha sonora. Com Nuno Leal Maia, Zilda Mayo, Jonas Bloch.(4)

CASSINO DAS BACANAIS- Dir. Ary Fernandes, 1981. Caseiro de mansão onde os donos estão sempre viajando resolve alugá-la a estranhos, que transformam o lugar num ponto de bacanais de luxo. Boa pornochanchada com enxertos de sexo explícito. Com Felipe Levy e Jussara Calmon. (4)

CASTELO DAS TARAS- Dir. Julio Belverede, 1982. Estudantes de parapsicologia, vão a sinistro castelo e invocam espírito do Marquês de Sade! Varias cenas de sexo (softcore) e violência. (4)

CAVEIRA MY FRIEND - Dir. Álvaro Guimarães, 1970. Raro exemplar do cinema marginal. (3)

CHAPEUZINHO VERMELHO- Dir. Marcelo Mota, 1981. Voyeur idiota se torna viril sempre que usa ridículo chapéu vermelho. Situações cômicas e sexo explícito. (2)

CHUMBO QUENTE- Dir. Clery Cunha, 1977. Feijoada western com a dupla Léo Conhoto e Robertinho.

CIDADE OCULTA- Dir. Chico Botelho, 1986. Com Carla Camuratti, Ségio Mambertti Boa história policial, inspirada nos quadrinhos do Spirit, com policiais corruptos , mulheres misteriosas, tiros e perseguições. Belas imagens noturnas de São Paulo e ótima trilha sonora. (3)

CIO, UMA HISTÓRIA DE AMOR- Dir. Fauzi Mansur, 1971. drama erótico sobre bem sucedido engenheiro que se apaixona por um engraxate. (3)

CIRCO DAS QUALIDADES HUMANAS, O- Dir. Milton Alencar, Paulo Augusto Gomes,. 2000.

CLARO - Dir. Glauber Rocha, 1975. (4)

COISAS ERÓTICAS - Dir. Raffaelle Rossi, L. Calacchio. Primeiro filme nacional a conter cenas de sexo expícito. Três histórias: na primeira, o herói passa o fim de semana com uma modelo, na segunda, casais praticam swing; e na última, rapaz faz sexo com a futura sogra e as futuras cunhadas. (2)

COISAS ERÓTICAS 2- Dir. Francisco Rossi, 1984. (3)

COLEGIAIS COM O DIABO NO CORPO (3)

COLEGIAIS E LIÇÕES DE SEXO- Dir. Juan Bajon, 1980. Colegiais sao protagonistas de de filmes eróticos, produzidos por diretor da escola, que os exibe em sua rede de motéis. Nudez, sexo softcore. Com Aldine Muller em grande forma. (3)

COLEGIAIS EM SEXO COLETIVO- Dir Juan Bajon, 1985. Três casais de estudantes se conhecem em noite de sábado e vão a um motel de luxo, onde fazem orgias. Sexo explícito. Com Sandra Midori, Deborah Muniz, Wagner Maciel, Eliseu Faria. (4)

COLEGIAL SACANA- Dir. Juan Bajon, 1986. Pornô com Marielle Giorgi e Priscilla Bianchi.(4)

Fotos e Videos - Matilde Mastrangi

COM AS CALÇAS NA MÃO- Dir. Carlo Mossy, 1975.(4)

COM A CAMA NA CABEÇA- Dir. Mozael Silveira, 1972.(4)

COMANDO EXPLÍCITO (3)

COMO AFOGAR O GANSO- Dir. Conrado Sanchez, 1984. Rodolfinho, um loser raquítico, trabalha como entregador numa lavanderia, vivendo varias situações eróticas, embora ridicularizado e desprezado pelas mulheres e colegas. Boa comédia, com sexo explícito. (3)

COMO CONSOLAR VIÚVAS- Dir. José Mojica Marins (sob o pseudônimo de José Avelar). Rapaz finge ser ´espírito´ de três maridos mortos, para conhecer as viúvas na intimidade. (3)

COMO FAZER UM FILME ERÓTICO EM DEZ LIÇÕES- Dir. Albertino A. Cunha, 1985. Uma aula sobre cinema se transforma num enorme bacanal. Com Karina Miranda, Kelly Muriel. (4)

COMO SALVAR MEU CASAMENTO- 1984. Com a musa Matilde Mastrangi. (4)

CONDENADA POR UM DESEJO- Dir. Tony Vieira, 198?. Western. (1)

CONVITE AO PRAZER- Dir. Walter Hugo Khouri, 1980. Drama erótico. Com Sandra Bréa, Helena Ramos, Aldine Muller, Kate Lyra, Nicole Puzzi, Patricia Scalvi. (4)

CORTIÇO, O - Dir. Francisco Ramalho Júnior, 1978. Português chega ao Rio e se hospeda em cortiço tosco. Com Armando Bógus, Bety Faria e Beatriz Segall. (4)

CRAZY, UM DIA MUITO LOUCO - Dir. Victor Lima, 1981. Comédia de humor negro com Helena Ramos. (3)

CRUELDADE MORTAL - Dir. Luiz Paulino dos Santos, 1976. Velho enlouquece e atazana todos os habitantes de uma vila, que acabam por amarrá-lo num posta e quebrar-lhe no cacete. Irá ele sobreviver? Alguém ai se importa? Com Jofre Soares e Marietta Severo. (3)

CURSO DE ARTE DRAMÁTICA DO ZÉ DO CAIXÃO (3)

D´GAJÃO MATA PARA VINGAR- Dir. José Mojica Marins, 1971. Capataz tenta seduzir filha de fazendeiro, mas acaba matando-a, colocando a culpa em grupo e alegres ciganos que são exterminados, restando apenas um sobrevivente: Djagão, que parte em busca de vingança. RARIDADE.(4)

DAMA DA LOTAÇÃO, A- Dir. Neville de Almeida, 1978. Após noite de núpcias traumática, mulher passa a trair o marido com passageiros de ônibus e até com o próprio sogro. Com Sonia Braga, Nuno Leal Maia, Jorge Dória.(4)

DAMA DA ZONA, A- Dir. Ody Fraga, 1985. Mulheres de cortiço do bairro do Bexiga se tornam prostitutas, induzidas por uma mulata e um picareta. (4)

DAMA DE PAUS - Dir. Mario Vaz Filho, 1989. Pornô onde mulher rejeita marido alcoólatra, só atingindo o prazer com sonhos eróticos alucinantes. Destaque para a presença de Mojica interpretando um pastor bêbado na cena de abertura, onde uma mulher imagina-se possuída sexualmente numa orgia satânica! Filme ultra-raro. (3)

DAMAS DO PRAZER - Dir. Antonio Meliande, 1978. História sobre grupo de prostitutas da Boca-do Lixo, que faz ponto em beco e oferecem seus serviços a homens de toda as classes. (3)

DAS TRIPAS CORAÇÃO / O REI DA BOCA - O Rei da Boca é uma violenta história sobre rapaz nascido na fazenda que, chegando à cidade, adentra no mundo do crime, se tornando traficante, gigolô e explorador de menores. Com Roberto Bonfin, Zilda Mayo, Claudete Joubert, Tania Gomide, Wilza Carla e Zaira Bueno. ´´Das Tripas coração´´ é sobre um interventor vai a reunião em internato feminino em vias de ser fechado e antes da mesma adormece, passando a fantasiar com mulheres e situações no local. Cenas de consumo de drogas, lesbianismo e masturbação (não explícitos). Excelentes atuações e produção, em filme com direção habilidosa. Com Antonio Fagundes, Dina Sfat, Xuxa Lopes, Christiane Torloni.(4)

DELÍCIAS DA VIDA- Nudez de Vera Fisher em início de carreira. (2)

DELICIOSO SABOR DO SEXO, O- Dir. Tony Mel, 1984. Dois professores em crise financeira vão trabalhar em teatro de sexo explícito. (3)

DEMÔNIOS E MARAVILHAS- Dir, José Mojica Marins. Documentário onde Mojica registra fatos de sua vida, como o sua prisão e seu alcoolismo. RARIDADE(3)

DESCLASSIFICADOS, OS- Dir. Clery Cunha, 1972. Jovem de família rica se apaixona pela madrasta e se envolve com criminosos e drogas. Com Joanna Fomm. Raridade. (4)

DESEJO SELVAGEM: MASSACRE NO PANTANAL- Dir. David Cardoso, 1979. David Cardoso, vestido com chapéu e colete de oncinha :-))))) transa com mulheres e enfrenta jagunços nessa ´´aventura na selva´´ filmada nos cafundós do Mato Grosso. Cenas de nudez, sexo softcore, explosões e violência. (4)

DEVASSOS, OS – Dir. Carlos Alberto de Souza Barros, 1971. Professor universitário envolvido em situação misteriosa e procurado pela polícia, se esconde em paupérrimo hotel de beira de praia, cujo dono, alcoólatra e libertino, tolera as aventuras sexuais da mulher. Com Jardel Filho, Jorge Dória, Darlene Glória, Francisco Di Franco. (4)

DEU VEADO NA CABEÇA- Dir. J.B. Rodrigues, 1982. Três garotas devem transformar homossexuais em seus amantes para ganhar uma herança. Boa comédia erótica, com Lígia de Paula, John Herbert e Juca de Oliveira. (4)

DEUSAS, AS- Dir. Walter Hugo Khouri, 1972. Com Lilian Lemmertz e Kate Hansen. (4)

DEVANEIOS ERÓTICOS (3)

DEVASSOS E BURGUESES- Dir. John Doo, 1986. Filho e pai (viúvo), formam dupla famosa na boemia, tratando mulheres como objetos e nunca recusando libações alcoólicas. Qdo o segundo se casa novamente, sua mulher não aceita a infidelidade e a consequência disso gera um grande conflito entre ambos. Filme raríssimo, que não consta em vários catálogos oficiais, o que chegou a provocar dúvidas sobre se ele foi realmente realizado. Com Com Zaira Bueno, Rubens Pignatari. (3)

DEPRAVADOS, OS (3)

DEVASSIDÃO TOTAL ATÉ O ÚLTIMO ORGASMO- W.i.p absurdamente tosco XXX (2)

DIABO NA CAMA- Dir. Michele Massimo Tarantini, 1988. Com Lando Buzanca, Jonas Bloch, Monique Lafond, Zezé Macedo. (3)

DIFÍCIL VIDA FÁCIL, A- Dir. Alberto Pieralisi. Boa trama policial onde belas e ingênua mulheres caem na malha da prostituição de luxo. Com Jece Valadão, Sandra Barsotti, Marly de Fátima e Vera Gimenez. (4)

DOCE ESPORTE DO SEXO, O- Dir. Zelito Viana, 1972. Comédia em cinco episódios protagonizados por Chico Anísio.(4)

E AGORA JOSÉ ? A TORTURA DO SEXO- Dir. Ody Fraga & David Cardoso (2)

Edifício treme-treme- Mais uma pérola da Boca do Lixo. Zelador anão (obviamente o Chumbinho) espiona a vida sexual dos estranhos moradores de um predio decadente, entre eles um tio que transa com as sobrinhas e um esdrúxula seita satanista ! XXX (3)

ELAS SÃO DO BARALHO- Dir. Silvio de Abreu, 1977. (4)

ELAS SÓ TRANSAM- Jussara Calmon, Teka Lanza. Sexo explicito. Sexo explícito com direito à presença de um voador com um ET !(3)

EM BUSCA DO SUSEXO- Dir. Roberto Pires, 1970. Disposta a tudo para fazer carreira artística, go go girl tenta conquistar diretor de televisão. (4)

Emanuelle Tropical- Dir. Renato Tapajós, 1977. Com Matilde Mastrangi, Monique Lafond, Tânia Alvez e Selma Egrei. (3)

EMPREGADA PARA TODO O SERVIÇO - Dir. Geraldo Gonzaga, 1977. (3)

ENTRA E SAI Dir. J.A. Nunes, 1986. Sexo explícito com Andrea Pucci, Oswaldo Cirillo, Eliana e Walter Gabarron (3)

EROS O DEUS DO AMOR- Dir. Walter Hugo Khouri, 1981. Com Norma Bengell, Kate Hansen, Nicole Puzzi, Denise Dumont, Selma Egrei, Kate Lyra, Christiane Torloni, Patricia Scalvi, Dina Sfat. (4)

ERÓTICA A FÊMEA SENSUAL- Dir. Ody Fraga, 1984. Drama erótico com cenas de nudez e sexo simulado com matilde Mastrangi. (3)

ERÓTICO VIRGEM - Dir. Mozael Silveira, 1979. (3)

EROTIQUE - Dir. Ana Maria Magalhães, Monika Treut, Lizzie Borden e Clara Law. Longa com quatro episódios, cada um dirigido por diretoras de nacionalidades diferentes. Com Cláudia Ohana. (4)

ESCOLA PENAL DE MENINAS VIOLENTADAS – Dir. Antonio Meliande, 1977. Mais uma mostra de porque o Brasil é uma potência mundial em filmes sobre mulheres aprisionadas! Prostitutas são mandadas para uma escola dirigida por uma freira sádica e assasssina, nesse clássico do w.i.p mundial regado a doses generosas de violência sexual, nudez, lesbianismo e chicotadas. Com Zilda Mayo, Meire Vieira, Zélia Martins. (4)

ESSA MULHER É MINHA...E DOS AMIGOS- Dir. Alberto Pieralisi, 1972. Numa pequena cidade do interior, população está alvoroçada, esperando bispo que vem passar férias. Como todos querem tirar vantagem da situação, patrões, empregados, igreja e poder público, mulheres da sociedade e prostitutas se unem numa grande confusão. Comédia Erótica. (4)

ESTOU COM AIDS (Aka O TERROR DA HUMANIDADE)- Dir. David Cardoso, 1985. INACREDITÁVEL DOCUMENTÁRIO MONDO, de fazer corar a famigerada dupla Jacopetti & Prosperi. Cenas de ficção e depoimentos de personalidades (como Maguila e Pedro de Lara), sobre a ´´praga do século´´. Pra quem acha que já viu de tudo. (3)

ESTRANHO DESEJO- Dir. Jean Garret, 1983. (1)

ESTRANHO VÍCIO DO DR. CORNÉLIO, O- Dir. Alberto Pieralisi, 1975. jovem esposa de médico rico planeja matá- lo, para desfrutar fortuna com o amante. Ao se estabelecer um triângulo amoroso, parceiro muda de idéia. Boa comédia erótica, nudez. Com Alcione Mazzeo. (4)

ESTRIPADOR DE MULHERES, O [aka ASSASSINO DA NOITE]- Dir. Juan Bajon, 78. (3)

ETERNAMENTE PAGÚ- Dir. Norma Benguel, 1987. Com Carla Camuratti. (4)

EU- Dir. Walter Hugo Khouri, 1986. Milionário insasiável passa um fim de semana na praia cercado de mulheres que ele deseja, inclusive a filha. Com Tarcísio Meira, Nicole Puzzi, Bia Seidl, Monique Evans, Christiane Torloni, Monique Lafond. (4)

EU MARCIA F. 23 ANOS, LOUCA E DESVAIRADA – Dir. Juan Bajon, 1989. Um dos mais raros filmes com Márcia Ferro. Sexo Explícito. (4)

EU FAÇO... ELAS SENTEM- Dir. Clery Cunha, 1976. Com Antonio Fagundes, Magrit Siebert, Lúcia Capanema. (4)

EU MATEI LÚCIO FLÁVIO- Dir. Antônio Calmon, 79. Fantástica biografia de Mariel Mariscot de Mattos (aprovada pelo próprio), brutal policial que combatia criminosos com punho de ferro no Rio de Janeiro. Muita ação e violência além de nudez, consumo de drogas e estupros. Com Jede Valadão, Monique Lafond, Vera Gimenez, Maria Zilda, Otávio Augusto, Anselmo Vasconcelos. Recomendado! (4)

EXCITAÇÃO- Dir. Jean Garret, 1976. Boa história sobrenatural. Raridade. Com Kate Hansen.

EXTORSÃO- Dir. Flávio Tambellini, 1975. 1975. Canalha chantageia dupla de amantes, fotografados em situação comprometedora. Paulo César Pereio, Kate Lyra, Otávio Augusto.

FAMOSA LÍNGUA DE OURO, A- Dir. Mauri de Queiroz, 1988. Duas moças seduzem rapazes e após fazer sexo com eles, os matam e extirpam os orgão genitais para guardar numa macabra coleção! (3)

Fêmea do mar, A- Dir. Ody Fraga, 1975. Mãe e filha, habitantes de praia deserta, disputam amor de mesmo homem. Com Aldine Muller. (3)

Fêmeas que topam tudo- Dir. Alfredo Sternheim. Com Sandra Midori. Jovem seminarista balança entre o celibato e o pecado, porque sua prima faz de tudo para tentá-lo, inclusive organizando um afesta de embalo numa casa de campo. Sexo explícito. (4)

Fêmeas em Fuga- Um dos melhores filmes de prisão de mulher jah feitos, com violência extrema, consumo de drogas e estupros (entre mulheres, inclusive). ALTAMENTE RECOMENDADO. (4)

FÉRIAS DE LAURA- Comédia pornô com gostosas passando férias em fazenda e enlouquecendo os ridículos matutos do local. Com Márcia Ferro, Niceias Dutra, Priscila Presley. (2)

FILHA DE CALÍGULA, A- Dir. Ody Fraga, 1981. (3)

FILHA DO PADRE, A- Dir. Tony Vieira, 75. Western. (3)

FILHOS E AMANTES- Dir. Francisco Ramalho, 1981. Bem dirigido drama erótico com Lúcia Veríssimo, Denise Dummont, Nicole Puzzi, Walmor Chagas. Várias cenas de nudez. (4)

FLOR DO DESEJO- Dir. Guilherme de Almeida Prado, 1984. Prostituta que deseja mudar de vida acompanha estivador, que se transforma em bandido. Destaque para a bela fotografia de Antonio Meliande.Com Imara Reis e Matilde Mastrangi. (3)

FOGO E PRAZER- Dir. Custódio Gomes, 1988. Quadrilha de mulheres, liderada por perigosos bandidos se dispersa após assalto. Dois dos elementos sequestram a namorada do chefe, para se vingar dele. Sexo explícito.Com Márcia Ferro, Laurente Caraguá (4)

FOFÃO E A NAVE SEM RUMO- Dir. Adriano Stuart, 1989. Duas crianças e seu amigo Fofão, são atraidos para uma nave que parece vazia, mas tudo não passa de um plano de alienígenas que querem se apoderar da força implantada no nariz do Fofão (!!?). A situação se complica quando a nave fica desgovernada, em rota de colisão! Uma das mais inacreditáveis pérolas TRASH do cinema nacional, ou melhor, mundial! (4)

FOME DE SEXO- Dir. Ody Fraga, 1981. Mulher traida pelo marido seduz jovem. (1)

FORÇA ESTRANHA- Dir. Pedro Mawashe. Com Aldine Muller. (4)

FOTÓGRAFO, O- Dir. Jean Garret, 1981. Nudez, sexo softcore. Com Aldine Muller.(3)

FREIRA E A TORTURA, A- Dir. Ozualdo Candeias, 83 (3)

FUC FUC `A BRASILEIRA / TARAS DO MINI VAMPIRO- pornôs altamente cômicos, absurdos e inomináveis com a anão Chumbinho. (3)

FUROR DO SEXO EXPLICITO, O- Dir. Vitor Triunfo, 1985. (4)

Fuscão preto- Dir. Jeremias Moreira Filho, 1982. Filme girando em torno de um estranho triângulo amoroso, entre uma mulher (Xuxa), um homem (Almir Rogério) e um fusca! Atente para a ridícula cena onde a rainha dos baixinhos parece estar ´´fazendo amor ´´ com o automóvel!(3)

GAIOLA DA MORTE- Dir. Walter Kopezky, 1992. Lutadores de artes-marciais são sequestrados e forçados a lutar até a morte numa jaula. Paulo Zorello (campeão mundial na época) tenta solucionar o problema, em meio a muita pancadaria, obviamente. Raridade.. (4)

GAROTAS SACANAS- Dir. Alfredo Sternhein - 198?. Sexo explícito com Sandra Midori e Sandra Morelli. (4)

GATAS SEM PUDOR- Dir. Syllas Bueno e Carlos Nascimento, 1987. Sexo explícito. (3)

GATINHAS SAFADAS- Dir. Juan Bajon, 1989. (4)

GATINHAS ÀS SUAS ORDENS- Dir. Juan Bajon, 1988. Bom pornô do Boca, com atrizes bem acima da média do gênero. Com Sandra Morelli, Bianca Chernier, Jacqueline Claire. (4)

GATO DE BOTAS EXTRATERRESTRE, O- Dir. Wilson Rodrigues. Tão esdrúxulo e absurdo quanto o título da a entender. Destaque para a presença de José Mojica Marins interpretando um rapaz que foi amaldiçoado e adquiriu a aparência repugnante do Zé do Caixão! (4)

GAROTOS VIRGENS DE IPANEMA-Dir. Oswaldo de Oliveira, 1973. Pai desconfia que filho seja viado, até que gostosa secretária vai morar com eles. Várias situações cômicas tornam esse filme recomendado aos fãs do gênero. (4)

GEMIDOS E SUSSURROS- Dir. Rafaelle Rossi. Excelente pornô do diretor de COISAS ERÓTICAS. Vários segmentos com muito sexo grupal e lesbianismo. Com Zaira Bueno, Claudete Joubert, Teka Lanza. (4)

GIGANTE DA AMÉRICA, O- Dir. Julio Bressane, 1978. (4)

GISELLE- Dir. Victor de Mello, 1980. Garota seduz membros de sua familia. Sexo softcore, orgias, violência e sadomasoquismo. Com Monique Lafond. (3)

Gosto do Pecado, O- Dir. Cláudio Cunha , 1980. Com Simone Carvalho e John Hebert. (4)

GOZO ALUCINANTE- Dir. Jean Garret , 1985. Com Deborah Muniz e Sandra Midori. (2)

GRANDE DESBUNDE, O - Dir. Braz Chediak, 1978. Comédia bufa com Marília Pêra e Gay Latorraca. (4)

GRANDE TREPADA, A- Dir. Mario Vaz Filho, 1985. Comédia com sexo explícito. Com Eliana e Walter Gabarron, Oásis Minitti. (3)

GRANFINAS E O CAMELÔ, AS – Dir. Ismar Porto, 1976. Três belas jovens da sociedade fazem uma aposta: transformar tosco camelô em um cavalheiro. O pai de uma delas, temendo um “golpe do baú” por parte do indivíduo, contrata fogosa mulata para seduzi-lo. (3)

GRINGO, O ÚLTIMO MATADOR- Dir. Tony Vieira. Western. (3)

GUERRA CONJUGAL- Dir. Joaquim Pedro de Andrade, 1975. Lima Duarte, Wilza Carla, Ítala Nandi, Jofre Soares. (4)

GUILHOTINA DO TERROR- Peça de teatro do Zé do Caixão, filmada semi-clandestinamente. RARIDADE. (2)

HERANÇA DOS DEVASSOS, A- Dir. Alfredo Sternhein, 1979. Morte de milionário provoca a reunião de familiares, que lutam pela herança. (4)

HISTÓRIAS QUE NOSSAS BABÁS NÃO CONTAVAM / O BEM DOTADO HOMEM DE ITU- Pornochanchadas nacionais clássicas e indispensáveis. (4)

HORAS FATAIS- Homem se viga de bandidos que estupraram e mataram sua mulher. Com José Mojica Marins interpretando um vilão. (4)

HOSPITAL DA CORRUPÇÃO E DOS PRAZERES- Dir. Rajá de Aragão, 89. (4)

ILHA DAS CANGACEIRAS VIRGENS- Dir. Roberto Mauro, 1976. Grupo de amigas mantém hotel numa ilha. Quando o mesmo é invadido, saqueado e destruído por cangaceiro local; elas confeccionam roupas de cangaceiras, treinam tiro, luta, e partem em busca de vingança. Com Wilza Carla, Helena Ramos, Aldine Miller e Carlos Imperial. Filme Raríssimo, praticamente impossível de encontrar. Imagem meio desbotada e granulada, mas perfeitamente assistível. (1)

ILUSÕES ERÓTICAS- Dir. Sílvia Martins e Sílvio Júnior, 1985. Amigos comemoram com muito sexo a comenda ganha por um ricaço. Com Débora Muniz, Oswaldo Cirilo e anão Chumbinho. (4)

IMPÉRIO DO SEXO EXPLÍCITO- Dir. Marcelo Mota, 85. (4)

INFERNO CARNAL- Dir. José Mojica Marins, 1976. Bela mulher planeja golpe contra o marido cientista (interpretado pelo Mojica), para ficar com o amante. Mas as coisas não saem como esperado. Final surpresa. Com Helena Ramos. (4)

INFIDELIDADE AO ALCANCE DE TODOS, A- Dir. Olivier Perroy, 1972. Com Marlene França, David Cardoso. (4)

INGÊNUAS ALTERNADORAS- Dir. "Mike Strong", 198?. Ótimo e raríssimo pornô nacional, dublado em francês e lançado apenas na europa, jamais disponível no Brasil. (3)

INÍCIO DO SEXO, O- Dir. Walter Wanni, 1983. Viúvo alcoólatra tenta viver com jovem traumatizada por estupro. Algumas cenas explícitas. Com Celso Faria, Vera Vargas e Claudete Joubert. (4)

INSTRUMENTO DA MÁFIA, O- Dir. Francisco Cavalcanti, 198?. Engraxate fica. por acaso, com produto de roubo e tem que fugir de duas quadrilhas.(4)

INQUIETAÇÕES DE UMA MULHER CASADA- Dir. Alberto Salvá, 1978. Mulher insatisfeita com seus dez anos de vida conjugal, encontra antigo namorado, que foi seu companheiro em lutas políticas. Com Denise Bandeira, Otávio Augusto, Nuno Leal Maia e Jonas Bloch.(3)

IRACEMA, UMA TRANSA AMAZÔNICA- Dir. Jorge Bodansky & Orlando Senna, 1975. Iracema, adolescente indígena vai para a capital de Belém cumprir promessa e se perde na multidão. (3)

JANAÍNA, A VIRGEM PROIBIDA – Dir. Olivier Perroy, 1972. Jovem cantor de sucesso e muito assediado pelas fãs (mas explorado por sua própria família); busca refúgio na natureza, se envolvendo com Janaína, misteriosa habitante do local. (3)

JEITOSA – Dir. Nello De Rossi, 1984. Jovens namorados que vivem em situação financeira precária, passam a chantagear executivos de São Paulo, com fotos comprometedoras. (4)

JASPÂNIA, A PREFEITA ERÓTICA- Pornô da ´´Boca do Lixo´´ ambientado na antiguidade (2)

JOELMA 23 ANDAR- Dir. Clery Cunha, 1980. Filme espírita sobre a tragédia do incêncio do edifício Joelma, com uso de cenas reais do fato. (3)

JUVENTUDE EM BUSCA DO SEXO- Dir. Juan Bajon, 1983. (3)

KARINA OBJETO DO DESEJO- Dir. Jean Garret, 1981. Com Angelina Muniz. (4)

KUNG FU CONTRA AS BONECAS (Aka. BRUCE LEE VERSUS GAY POWER) – Dir. Adriano Stuart, 1975. Inacreditável e genial filme cult da Boca, misturando de forma hilariante elementos de filmes de cangaceiro com filmes de kung-fu. Com Helena Ramos. “...cenas absurdas e completamente sem precedentes até hoje no Cinema Nacional. As citações do clássico seriado Kung Fu são hilárias e as cenas do Bordel estão além da compreensão humana mais imediata, sem comentários. Eu achava que já havia visto de tudo na minha vida e vejo que estou errado,,, benditos Anos 70...”(Marcelo Carrard) (4)

LONGA NOITE DO PRAZER - Dir. Afrânio Vidal, 1983. Em busca de dinheiro fácil, rapazes realizam vários assaltos e se envolvem com duas garotas, num misto de amor, ódio e reconhecimento mútuo. Com Jussara Calmon e Tião Macalé. (4)

LUA DE MEL E AMENDOIN – Dir. Fernando De Barros, Pedro Carlos Rovai, 1971. Clássica e cômica pornochanchada em dois episódios. (4)

LIBERTINO, O- Dir. Victor Lima, 1973. Comendador que se dedica a combater a pornografia (interpretado por ninguém menos que o saudoso COSTINHA), é obrigado a alugar sua casa para colégio de moças que na verdade é fachada para uma casa de encontros suspeitos. Clássica e imperdível comédia erótica nacional, que passou mais de dois anos barrada pela censura. (4)

LIRA DO DELÍRIO, A- Dir. Walter Lima Junior, 1978. Clássico do cinema brasileiro dos anos 70, lamentavelmente quase impossível de se encontrar hoje em dia. Filho de dançarina da boate ´´Lira do Delírio´´ é sequestrado e ela , com a ajuda de um jornalista, mergulha no submundo carioca em sua procura. Ótimo roteiro e interpretações. (4)

LOUCO POR CINEMA- Dir. André Luiz Oliveira, 1995. Com Nuno Leal Maia, Denise Bandeira, Roberto Bonfin. Num hospício em Brasília, loucos se rebelam: querem fazer cinema. Para conseguirem câmera e filme, sequestram uma comissão de direitos humanos. (4)

LOUCURA ERÓTICA c/ Matilde Mastrangi. XXX em boa, absurda e violenta história! RARIDADE (3)

LÚCIA MAC CARTNEY UMA GAROTA DE PROGRAMA- Dir. David Neves, 1971. Diplomata se apaixona por prostituta que é mantida presa em prostibulo, contratando o Dr. Mandrake para libertá-la. Boa adaptação da obra de Rubem Fonseca. Com a bela Adriana Pietro. (4)

LUCÍOLA, ANJO PECADOR- Dir. Alfredo Sternhein, 1975. No século XIX, jovem se apaixona pela cortesão Lucíola, e sofre com o relacionamento que ela mantém com outros homens. Ótima reconstituição de época. Com Helena Ramos no auge da forma. (4)

LUZ CAMA E AÇÃO - Dir. Cláudio MacDowell, 1975. (4)

MACHO, FÊMEA & CIA (A VIDA ERÓTICA DE CAIN E ABEL) - Dir. Mario Vaz Filho, 1986. Pornô trash cômico e inacreditável, se passando no início dos tempos, com direito `a participação de DEUS (voz em off), e da cobra . Pra quem acha que já viu de tudo. (3)

MANICURES A DOMICÍLIO- Dir. Carlo Mossy, 1977. Cabeleireiro pobre e viadão tenta suicído e usa belas manicures para extorquir dinheiro de homens. Com ADELE FÁTIMA, Marta Moyano. (4)

MANSÃO DO SEXO EXPLÍCITO, A- Dir. Henrique Borges, 198?. Sexo e putaria ininterrupta numa casa. (4)

MARIA...SEMPRE MARIA- Dir. Eduardo LLorente. Mulher do interior vem para a cidade grande após ser expulsa de uma fazenda por ser filha bastarda. Mas é violentada e entra em crise, se envolvendo com homem mais velho. (4)

MÁSCARA DA TRAIÇÃO, A- Dir. Roberto Pires, 1969. Raro policial nacional, com várias reviravoltas na trama e um final surpresa. Com Tarcísio Meira, Glória Menezes, Milton Gonçalves.(4)

MASCULINO...ATÉ CERTO PONTO- Dir. Wilson Rodrigues, 1986. Drama pornô: jovem advogado promíscuo vira viado e morre de aids. Sexo Explícito. Com Patricia Petri, Eliana e Walter Gabarron. (3)

MASSAGISTAS PROFISSIONAIS- Dir. Carlo Mossy, 1976. Comédia erótica. (4)

MATADOR PROFISSIONAL- Dir. Jesse Valadão, 1969. Matador profissional é ludibriado por poderoso grupo e parte em busca de vingança. (3)

MATOU A FAMÍLIA E FOI AO CINEMA: VERSÕES DE 1969 E 1991- As duas versões, a de Julio Bressane e a refilmagem de Neville de Almeida em um só dvd. (4)

MELHORES MOMENTOS DA PORNOCHANCHADA- Boa comédia em três episódios. Com John Hebert, Lady Francisco, Sandra Barsotti, Yara Stein. (4)

MENINAS DA B... DOCE- Dir. Mauri de Queiroz, 1986. Ladrões se disfarçam de religiosos, vão morar numa fazenda e se envolvem com mulher ninfomaníaca que acredita estar possuída pelo demônio.(2)

MENINA E O CAVALO, A- Dir. Conrado Sanchez, Mulheres disputam o amor do cavalo Arisco, provocando a indignação de fazendeiro pai de uma delas. Destaque para o diálogo dos equinos (sim, eles falam!). (3)

MENINAS DE PROGRAMA- Dir. Tony Vieira, 1984. Editor de revistas pornográficas emprega rapazes para que filmem e fotografem garotas ingênuas, encaminhando-as à prostituição. (3)

MENINA E ESTUPRADOR, A- Dir. Conrado Sanchez. Garota rica, que nao admite ser tocada por nenhum homen devido ao fato de ter sido estuprada, se envolve com psicanalista que na verdade é um louco depravado (como quase todo psicanalista). "Drama pontilhado por sonhos eróticos e cenas de sexo explícito", como diz a capa. Raridade. (2)

MENINA DO LADO, A - Dir. Alberto Salvá, 198?. Escritor de 45 anos se apaixona por ninfeta. Com Reginaldo Farias, Flávia Monteiro, Débora Duarte e John Hebert. (4)

MIL E UMA POSIÇÕES DO AMOR, AS – Dir. Carlo Mossy, 1979. (4)

ME LEVA PRA CAMA- Dir. Mário Vaz Filho, 1989. Manés tentam conseguir sexo a noite toda, terminando por apelar para o trabalho de prostitutas. Sexo explícito e participação especialíssima do anão CHUMBINHO, em grande performance. (3)

MEU MARIDO, MEU CAVALO- Dir. Juan Bajon, 1986. Jovem recém casada decide propor brincadeira com marido, após presenciar o cruzamento de cavalos numa fazenda: que ambos se comportem e se posicionem como cavalos durante as relações. Com o passar do tempo (e das relações), o marido vai adquirindo as características de um cavalo, perdendo as faculdades humanas! (4)

MEU PIPI NO SEU POPÓ- (4)

MEUS HOMENS, MEUS AMORES Dir. José Miziarra, 1978. (4)

MINHA CABRITA MINHA TARA- Dir. José Adalto Cardoso, 1986. Com Eliane Gabarron, Renalto Alvez, Solange Dummont. (4)

MISS CLOSE Comédia pornô sobre boate onde são realizados os mais estravagantes concursos eróticos. Com Lia Soul, Syllas Bueno e Chumbinho. (4)

MULHER DESEJADA- Dir. Alfredo Sternheim, 1978. Atriz de cinema e Tv tenta resolver suas crises existenciais com terapia e sexo. Produção bem cuidada, com as belas Kate Hansen e Elisabeth Hartmann(4)

MULHER DO DESEJO (CASA DAS SOMBRAS)- Dir. Carlos Hugo Christensen, 1975. Para receber herança, sobrinho se muda para casa um tio distante. Com o passar do tempo sua personalidade se mistura com o espírito do falecido, exigindo até a presença de um exorcista. Um interessante e pouco conhecido filme sobrenatural nacional, com atmosfera bem construída. Com José Mayer, Vera Fajardo e Palmira Barbosa. (4)

MULHER DE PROVETA, A- Dir. José Rady, 1984. Comédia erótica com excêntrico cientista tentando criar uma mulher de proveta, para suprir os homens do nosso planeta. Com Monique Lafond, Wilza Carla, Maristela Moreno. (2)

MULHER, MULHER- Dir. Jean Garret, 1979. Com a musa Helena Ramos. (3)

MULHER NATUREZA- DIR. DORIVAL COUTINHO (3)

MULHER OBJETO- Dir. Sívio de Abreu, 1981. Mulher que odeia sexo por traumas infantis, põe em crise seu casamento. Clássico erótico nacional com Nuno Leal Maia e a bela Helena Ramos em cenas de nudez, sexo softcore e sadomasoquismo. (4)

MULHER QUE INVENTOU O AMOR, A- Dir. Jean Garret, 1980. C/ Aldine Muller. (4)

MULHER QUE SE DISPUTA, A- Dir. Mario Vaz Filho. Sexo explícito da Boca do lixo.

MULHERES LIBERADAS- Dir. Adnor Pitanga, 1982. Três histórias se passando em Maceió. Na primeira, homem levando valise com dinheiro ajuda mulher na estrada, tudo terminando num motel, na segunda, mulher recebe misteriosos telefonemas obcenos, na terceira, mulher reage de forma violenta a homens que a tentam estuprar diante do noivo. Sexo explícito. (3)

MULHER SERPENTE E A FLOR - Dir. J. Marreco, 1983. Drama erótico com toques de suspense, sobre mulher que foge minutos antes de se casar e se refugia na casa de praia dos pais onde fatos terríveis tinham acontecido. (4)

MULHERES QUE FAZEM DIFERENTE- Comédia erótica em três episódios, com Vera Fisher, Sandra Barsotti, Íris Bruzzi. (4)

MUNDO! MERCADO DO SEXO- Dir. José Mojica Marins, 1978. Repórter tem de fazer boa reportagem em 24 hrs, sob pena de perder o emprego. Enquanto isso é corneado pelo chefe e seu filho é atropelado. (2)

NÃO SE FAZ MAS AMOR COMO ANTIGAMENTE-(4)

NEUROSE SEXUAL- Dir. Mauri de Queiroz, 198? Milionária enlouquece, tento alucinações com cenas de sexo explícito. (4)

NINFETAS DELICIOSAS- Dir. Fauzi Mansur, 1985. xxx (3)

NINFETAS NOTA 10- Dir. Juan Bajon, 1987. Ladrões passam a se relacionar com mulheres de casa que tentaram assaltar. (4)

NINFETAS DO SEXO ARDENTE- Dir. Fauzi Mansur, 1985. Com Walter Gabarron, Eliane Gabarron, Custódio Gomes (4)

NINFETAS DO SEXO SELVAGEM- Dir. Wilson Nunes, Hizat Suamai [Fauzi Mansur], 83. Estranhísimo filme com duas histórias se passando num futuro pós holocausto-nuclear. Sexo Explícito. (4)

NOITE EM CHAMAS- Dir. Jean Garret, 1987. Revoltado com sua condição, o servente João planeja explodir imponente hotel do qual é funcionário. Ao mesmo tempo, vários dramas se desenvolvem nas salas e quartos do mesmo: uma atriz de filmes eróticos planeja seu suicídio, pregador americano faz conferência sobre sua nova religião, jovem comemora sua entrada na faculdade com prostitutas, repórter persegue milionário judeu que matou uma mulheres etc. (2)

NOITE DAS DEPRAVADAS- Dir. Juan Bajon, 1981. (4)

NOITE DAS FÊMEAS- Dir. Fauzi Mansur, 1976. Policial sobre assassinatos ocorrendo durante um ensaio de teatro. Com Kate Hansen, Elizabeth Hartmann, Lola Brah, Marlene França e Nádia Lippi. (1)

NOITE DAS PENETRAÇÕES- Dir. Fauzi Mansur, 1986. Muito sexo grupal e closes e mais closes de orgão genitais. Com Eliane Gabarron. (4)

NOITE DAS TARAS- Dir. David Cardoso, John Doo e Ody Fraga. Três ótimas histórias, dirigidas por especialistas do gênero. Com Patrícia Scalvi e Matilde Mastrangi.(3)

NOITE DAS TARAS 2- Dir. David Cardoso, 1982. Dois episódios, No primeiro, mão projeta no filho músico seu ódio e ressentimento pelo falecido marido, No segundo, quadrilha de belas assaltantes invade casa de famoso ator de pornochanchadas, tudo terminando numa grande orgia. (4)

NOITE DE ORGIA- Dir. Agenor alves, 1980. Mando de ladrões saqueia e assalta mansões e motéis, cometendo vários assassinatos e abusos sexuais. (3)

NOITE DOS BACANAIS- Dir. Fauzi Mansur, 1981. Com Zaira Bueno, Ariadne de Lima. (4)

NOITE EM CHAMAS (2)

NOIVA DA NOITE: DESEJO DE SETE HOMENS- Dir. Lenita Perroy, 1974. Rosana Ghessa, Jofre Soares, Francisco Di Franco, Anselmo Duarte. Homem sai da cadeia em busca de vingança. Western ´feijoada´ com produção/interpretações mais do que razoáveis.

NOS EMBALOS DE IPANEMA - Dir. Antonio Calmon, 1978. (4)

NOS TEMPOS DA VASELINA- Dir. José Miziara, 1979. Aventuras de um caipira entre mulheres e marginais do Rio de Janeiro. Pornochanchada com Aldine Muller e Kate Lyra. (3)

OH! REBUCETEIO Sexo grupal: atores de peça teatral transformam os ensaios em orgias. Com Débora Muniz. XXX.(3)

ÓDIO- Dir. Carlo Mossy, 1977. Advogado abandona a carreira e a noiva para caçar impiedosamente homens que massacraram sua família. (4)

OLHO MÁGICO DO AMOR, O- Dir. José Antonio Garcia, Ícaro Martins, 1981. Jovem ingênua espiona rotina de vizinha prostituta. Com Carla Camuratti e Tânia Alvez. (4)

ONDA NOVA - Dir. José Antonio Garcia, 1983. Mulheres enfrentam conflitos após criarem time de futebol exclusivamente feminino. Com Carla Camuratti, Tânia Alves, Regina Casé e Vera Zimmerman. (3)

ORGASMO LOUCO- Dir. Alfredo Sternhein, 1987. Mário tenta ressocializar seu irmão, recém saído da prisão por ter assassinado a esposa. Sexo explícito e roteiro acima da média do gênero. Com Sandra Midori, Ronaldo Amaral, Suzana Aguiar. (3)

ORGASMO SEXUAL DE MISS JONES, O- Um dos mais absurdos e hilariantes pornôs da Boca do Lixo. Altamente recomendado aos fãs do gênero. (4)

OSCAR DO SEXO EXPLÍCITO (OSCARALHO)- Dir. José Miziara, 1986. (2)

OUTRO LADO DO CRIME, O- Dir. Clery Cunha 1979. Homem planeja crime perfeito para se desfazer da mulher, mas é investigado por repórter policial. Com a participação do genial Gil Gomes. (4)

PADRE PEDRO E A REVOLTA DAS CRIANÇAS- Dir. Francisco Cavalcanti, 1984. Padre Pedro (PEDRO DE LARA), acompanhado de um carneiro e um bode (!), viaja de cidade em cidade buscando salvar igrejas ameaçadas por malfeitores, até que encontra seu grande desafio numa cidade dominada pelo diabólico milionário Rodrigo Napu (JOSÉ MOJICA MARINS, em trajes do Zé do Caixão!!). RARIDADE, que conta também com Wilza Carla.(4)

PAIXÃO NA PRAIA- Dir. Alfredo Sternhein, 1971. Mulher em crise matrimonial é aprisionada por estranhos movidos por intenções políticas, se entregando a um deles. Com Norma Benguel, Ewerton de Castro e Lola Brah. (4)

PALÁCIO DE VENUS- Dir. Ody Fraga, 1980. Com Helena Ramos, Matilde Mastrangi e Elizabeth Hartmann. Cotidiano de garotas num bordel de luxo. Muita nudez e sexo softcore, inclusive uma ousadíssima cena com Matilde Mastrangi. (4)

PANTERA NUA- Dir. Luiz de Miranda Corrêa, 1979. Com Rosana Ghessa. (4)

PAQUERAS, OS- Dir. Reginaldo Farias, 1969. Amizade de dois chavequeiros cariocas entra em crise quando o mais jovem começa a dar em cima de jovem estudante, sem saber que ela é filha do outro. Uma das boas comédias produzidas aqui no final dos anos 60. Com Leila Diniz. (4)

PARADA 88- Dir. José Anchieta da Costa, 1978. Ficção científica com pessoas vivendo nos subterrâneos, devido a explosão que contaminou o ar com substâncias tóxicas. Filme de clima claustrofóbico, filmado nos túneis do metrô de São Paulo, então em construção. RARIDADE. Com Regina Duarte, Egberto Gismondi (2)

PARANOIA- Dir. Antônio Calmon, 76. Bandidos invadem uma casa, abusando de seus habitantes. Com Lucélia Santos e Nuno Leal Maia. (4)

PASSAPORTE PARA O INFERNO- Dir. J. Marreco, 1975. Quatro homens perigosos fogem de uma colônia penal. Acabam sendo perseguidos por uma patrulha liderada por um especialista em capturas e tomam uma jovem rica como refém. (4)

PATTY A MULHER PROIBIDA- Dir.? Anão se torna ídolo da Tv após tentar se suicidar(!), se revelando sem escrúpulos com sua assistente (Helena Ramos)(1)

PAU NA MÁQINA- Dir. Carlos Nascimento, 1986. Dramatização pornô de algumas manchetes do extinto jornal sensacionalista ´Notícias Populares´. Com Eliane & Walter Gabarron. (4)

PECADO HORIZONTAL- Dir. José Miziara, 1982. Três velhos amigos se encontram e relembram proezas e fracassos sexuais. Nudez , sexo softcore e várias cenas bem cômicas. Boa direção - produção. Com Matilde Mastrangi e Zilda Maio. (3)

PELADA DO SEXO, A- Dir. Mário Lúcio, 1985. Futebol entre time masculino e feminino. Sexo explícito com destaque para a altamente ridícula narração das transas. (4)

PENETRAÇÕES PROFUNDAS- Dir. Juan Bajon, 1984. Mulher ninfomaníaca passa a colocar cantáridas, inseto afrodisíaco, em tudo que o marido come. Enquanto ela rejuvenesce com sexo, ele definha. (3)

PERDIDA EM SODOMA- Dir. Nilton Nascimento, 1982. Com Nicolle Puzzi e e Zilda Mayo. (4)

PERVERSÃO- Dir. José Mojica Marins. RARIDADE. (2)

PINÓQUIO 2000- Louco tenta provocar uma epidemia de diarréia de proporções continentais, pra lançar no mercado sua marca de papel higiênico. Mas para isso tem que enfrentar um robô gay e 'Os Paspalhões´ (obscura versão brasileira dos Três Patetas). Trash hilariante. Raro. (3)

PODEROSO GARANHÃO, O- Dir. Antonio B. Thomé. Nada menos que a estréia de WALDIK SORIANO no cinema! Aqui ele volta pra sua cidade de origem e enfrenta capangas de coronel que matou seu pai, aproveitando pra dar um piço na filha do mesmo. Ou algo assim... Como manda o bom senso, assisti a esse tralha bêbado. (4)

POR INCRÍVEL QUE PAREÇA- Dir. Umberto Molo, 1986. Funcionário meio retardado de usina se contamina com radiação. Ao ser levado ao hospital a ambulância sofre um acidente e sua cabeça voa pela janela, mas continua viva (!) devido à radiação, passando por vária aventuras. Destaque para a sequência onde um mendigo louco (interpretado por Jofre Sares) acha a cabeça num depósito de lixo! Rara e interessante comédia de ficção científica nacional, com ótima produção (por incrível que pareça!). Com Tim Rescala, Jofre Soares, Gianfrancesco Guarnieri. (4)

POR UM CORPO DE MULHER- Dir. Hécules Berseghio, 1979. Repórter mulherengo se envolve em misterioso crime. Bom filme, com Armando Bógus e Helena Ramos. (3)

PORNÔ- Agora com qualidade de imagem melhor que a oferecida anteriormente. Três histórias, a segunda delas com Matilde Mastrangi transando com David Cardoso vestida de Freira.(3)

PORNÔ GIRLS: MENINAS DE PROGRAMA- Dir. Mauri de Queiroz, 1984. Editor de revistas pornográficas emprega vagabundos para seduzirem estudantes e encaminhá-las à prostituição. Um investigador começa a interrogar os suspeitos e tenta desbaratar a quadrilha.Sexo Explícito. Com Teka Lanza, Greze Calmon, Michele Drumond, Rajá de Aragão (3)

PORÃO DAS CONDENADAS- Dir. Francisco Cavalcanti,1979. Moça rica foge de casa para casar com pobre camponês, com quem tem um filho. (3)

PORTO DAS CAIXAS- Dir. Paulo Cesar Saraceni, 1962. (4)

POSSUÍDAS PELO PECADO- Dir. Jean Garret, 1976. Drama mostrando as desventuras de velho milionário alcólatra e devasso. Com Helena Ramos. (2)

POUPANÇA TA RENDENDO, A (SÓ DE QUATRO)- Dir. Carlos Nascimento, 1988. Pornô com Walter Gabarron, Lúcia Alvez, Angélica Dumont.(3)

POUPANÇA TÁ RENDENDO (SÓ DE QUATRO)- Dir. Carlos Nascimento, 1988. Dois sócios aplicam toda sua energia num negócio inusitado: o seguro de bundas das mulheres da cidade. As clientes se interessam mais pelos testes e pela apurada avaliação dos especialistas do que pela parte burocrática. Sexo explícito. Com Rose Azevedo, Lúcia Alvez, Walter Gabarron (3)

PRAIA DO PECADO (3)

PRAZERES PERMITIDOS- Dir. Antonio Meliande, 1981. Com Monique Lafond, Sergio Hingst. (3)

PRISIONEIRAS DA ILHA DO DIABO- Fugitivos fazem mulheres como reféns. (2)

PRISIONEIRO DO SEXO, O- Dir Walter Hugo Khouri, 1978. Homem insaciável mantém relações sexuais com a esposa e a secretária, e tenta incesto com a filha. Com Sandra Bréa, Nicole Puzzi. Nudez / erotismo. (4)

PROFETA DA FOME- Com J. Mojica Marins. (4)

PROFISSÃO MULHER- Dir. Cláudio Cunha, 1982. Mulheres tentam resolver seus problemas emocionais e suas frustrações. Erótico com produção razoável e pretensões feministas. Com Simone Carvalho, Lady Francisco, Wilma Dias e Patrícia Scalvi. (3)

PROCURO UMA CAMA – Dir. Deni Cavalcanti, 1982. Moças de famílias abastadas do interior se mudam pra são Paulo, onde acabam se prostituindo e se tornando vagabundas, indo morar na pensão de Dona Matilde, uma velha alcoviteira. (2)

PINTANDO O SEXO – Dir. Jairo Carlos e Egydio Eccio. Ótima pornochanchada em três episódios. (4)

PUREZA PROIBIDA- Dir. Afredo Sternhein, 1974. Freira vinda do interior chega a convento e se envolve com pescador negro, adepto do candomblé. (4)

48 HRS DE SEXO ALUCINANTE- Dir. José Mojica Marins, 1987. (4)

QUANDO OS DEUSES ADORMECEM- Dir. José Mojica Marins, 1972. Sequência de Finis Hominis, começando exatamente onde esse terminava. Filme TOTALMENTE SURREALISTA, com Mojica tentando exorcisar seu personagem Zé do Caixão. RARIDADE.(3)

QUATRO NOIVAS PARA SETE ORGASMOS - Dir. Fauzi Mansur, 1987. Com Márcia Ferro e Eliane Gabarron. (3)

QUEM É O PAI DA CRIANÇA?- Dir. Ody Fraga, 1976. Jovem grávida chantageia os quatro possíveis pais. Com Helena Ramos. (3)

QUANDO ELAS QUEREM... E ELES NÃO – Dir. Ary Fernandes, 1975. Em Hotel de Estância Balneária, estranho mal vitima os homens, tornando-os impotentes, enquanto as mulheres ficam super excitadas chegando a invadir os quartos dos hóspedes. Muitas situações hilariantes se sucederão até o mal ser solucionado. (2)

PENSIONATO DE MULHERES - Dir. Clery Cunha, 1974. Drama sobre garota do interior que vem para São Paulo em busca de novas oportunidades. Com Helena Ramos. (2)

QUEBRA GALHO SEXUAL, A- Dir. José Miziara, 1983.

QUINTA DIMENSAO DO SEXO, A- Dir. Jose Mojica Marins (3)

RABO- Inacreditável comédia pornô, com diálogos altamente hilariantes. Atente para a presença do falecido Roni Cócegas. (2)

RABO QUENTE- Dir. Levy Salgado, 1986. (3)

RAINHA DIABA- Dir. Antonio Carlos Fontoura, 1974. Nos fundos de antro de prostituição, terrível bandido bicha-louca controla implacavelmente o tráfico de drogas na cidade. (4)

RAPAZES DA CALÇADA- Dir. Levy Salgado, 1981. Luis, homem de certa idade, é viado. Em suas andanças pelos pontos de prostituição da cidade, ele se envolve ou presencia atos praticados pelos rapazes que se vendem nas calçadas, ou roubam e matam para viver.Agora com qualidade perfeita de imagem(4)

REECARNAÇÃO DO SEXO- Dir. Luiz Castellini, 82 (4)

REFORMATÓRIO DAS DEPRAVADAS- Dir. Ody Fraga, 1978. Jovens delinquentes são mandadas para reformatório linha-dura. Com Nicole Puzzi ninfetinha, sendo torturada. RARIDADE.(2)

REI DA BOCA / DAS TRIPAS CORAÇÃO. O Rei da Boca é uma violenta história sobre rapaz nascido na fazenda que, chegando à cidade, adentra no mundo do crime, se tornando traficante, gigolô e explorador de menores. Com Roberto Bonfin, Zilda Mayo, Claudete Joubert, Tania Gomide, Wilza Carla e Zaira Bueno. ´´Das Tripas coração´´ é sobre um interventor vai a reunião em internato feminino em vias de ser fechado e antes da mesma adormece, passando a fantasiar com mulheres e situações no local. Cenas de consumo de drogas, lesbianismo e masturbação (não explícitos). Excelentes atuações e produção, em filme com direção habilidosa. Com Antonio Fagundes, Dina Sfat, Xuxa Lopes, Christiane Torloni.(4)

RELATÓRIO DE UM HOMEM CASADO - Dir. Flávio Tambellini, 1974. (3)

RITUAL OF DEATH – Dir. Fauzi Mansur, 1990. Raro horror de Fauzi Mansur, feito para o Mercado exterior e nunca lançado aqui. (4)

ROBERTA A MODERNA GUEIXA DO SEXO- Dir. Rafaelle Rossi, 1978. Drama erótico, com Helena Ramos. (3)

RIO BABILÔNIA / OS SETE GATINHOS- Dois clássicos exploitation nacionais, no Rio Babilônia, relações públicas acompanha milionário em sua estadia no Rio do Janeiro, em meio a festas orgiásticas e traficantes.No 7 Gatinhos vemos Seu Noronha, funcionário mongo da câmara dos deputados em sua vida inútil ao lado de sua mulher Darcy, às qual não come e chama de ´´Gorda´´. O casal tolera o comportamento promíscuo de quatro de suas filhas, prostitutas, desde que essas contribuam para o enxoval da quinta, a caçula, mantida num colégio de rígida disciplina. Esse frágil equilíbrio se desmorona com consequências bizarras qdo esta se revela grávida.(4)

OS SETE GATINHOS / RIO BABILÔNIA - Dois clássicos exploitation nacionais, no Rio Babilônia, relações públicas acompanha milionário em sua estadia no Rio do Janeiro, em meio a festas orgiásticas e traficantes.No 7 Gatinhos vemos Seu Noronha, funcionário mongo da câmara dos deputados em sua vida inútil ao lado de sua mulher Darcy, às qual não come e chama de ´´Gorda´´. O casal tolera o comportamento promíscuo de quatro de suas filhas, prostitutas, desde que essas contribuam para o enxoval da quinta, a caçula, mantida num colégio de rígida disciplina. Esse frágil equilíbrio se desmorona com consequências bizarras qdo esta se revela grávida.(4)

SEDENTAS DE SEXO- Dir. José Adalto Cardoso, 1984. Cinco pessoas se isolam do resto do mundo com o objetivo de dar vazão aos seus instintos sexuais. Sexo explícito com Walter Gabarron, Eliane Gabarron, Celso Sapo, travesti Charlotte, entre outros.(3)

SEDUZIDAS PELO DEMÔNIO- Dir. Rafaelle Rossi, 80 (3)

SEGREDO DAS MASSAGISTAS, O- Dir. Antonio B. Thomé. Com Aldine Muller. (2)

SEITA DO SEXO PROFANO, A- Dir. Victor Triunfo, 1986. Mulher relembra tempo em fazia parte de seita demoníaca, que pregava o sexo livre. Muitas cenas de sexo grupal em flash-back.(4)

SENTA NO MEU QUE EU ENTRO NA TUA- Dir. Ody Fraga, 1985. Absurdo e hilariante clássico do pornô nacional! Duas histórias: na primeira, gigantesco pênis (que ejecula e tudo)começa a nascer na cabeça de um mané. Na segunda, vagina de mulher começa a falar!. Recomendado. Com Sílvia Dummont, Sandra Midori, anão Chumbinho e grande elenco!. (4)

SERÁ QUE ELA AGUENTA?- Dir. Roberto Mauro, 1976. Com Zélia Martins, Sônia Vieira. (4)

69 MINUTOS DE SEXO EXPLÍCITO- Dir. Sillas Bueno & Carlos Nascimento. Sequência ininterrupta de cenas de sexo. Com Walter Gabarron & Eliana Gabarron. (4)

SEXO A DOMICÍLIO- Dir. Eliseu Fernandes, 1984. Severino, retirante recém chegado a São Paulo, se torna exímio linguiceiro, mas acaba sendo responsabilizado pela gravidez de várias moças da região. (3)

SEXO DE TODAS AS FORMAS - Dir. Juan Bajon, 1985. Três massagistas desempregadas são contratadas por três rapazes para fim de semana em casa de campo. Com Deborah Muniz. (3)

SEXO DOIDO- Dir. Alfredo Sternhein, 1986. Filha de deputado, sequestra e aprisiona ator pornô, por quem sente profunda atração. Sexo explícito. (3)

SEXO EM FESTA- Dir. Alfredo Sternein, 1986. Lúcia é uma jovem de família rica prestes a se casar com Hélio, mas não consegue se relacionar plenamente com ele, devido a fatos do seu passado ocorridos na casa de campo da tia. Tudo acaba em troca de casais quando o noivo vai investigar o local. Sexo explícito. Com Sandra Morelli, Solange Dumont, Elias Breda. (4)

SEXO E SANGUE- Dir. Élio Vieira de Araújo, 1979. Prostituta que faz ponto em copacabana e suas amigas, são convidadas por uma turma de jovens grã finos para um programa de fil de semana numa Ilha, onde por acasa aportam perigosos fugitivos da polícia, que farão de todos reféns. (4)

SEXO EM GRUPO- Dir. Alfredo Sternhein, 1984. (1)

SEXO ERÓTICO NA ILHA DO GAVIÃO- Western pornô da Boca do Lixo! (2)

SEXO SELVAGEM DOS FILHOS DA NOITE- Dir. Levy Salgado, 1987. Com Lady Francisco, Elias Breda. (2)

SEXO TOTAL- Dir. Tony Mel, 1985. Sexo explícito, filmado numa colônia de nudismo. (3)

SEXUALISTA, O - Dir. Egídio Eccio, 1975. Comédia com Agildo Ribeiro, Nadir Fernandes, Nidia de Paula. (3)

SHOCK- Dir. Jair Correia, 1984. Após festa em lugar afastado, psicopata passa a matar jovens que ali ficaram para passar a noite. Com Claudia Alencar, Aldine Muller, Mayara Magri. (4)

SIGNO DE ESCORPIAO- Suspense com mascarado exterminando habitantes de uma ilha. Inspirado no ´Caso dos Dez Negrinhos´ de Agatha Christie. (4)

SINA DO AVENTUREIRO, A- Dir. José Mojica Marins, 1959. Raríssimo western. (3)

SOLAR DAS TARAS PROIBIDAS- Dir. Roberto Mauro, 1984. Um tia ninfomaníaca e suas sobrinhas estão de luto por causa da morte de um cachorro. Vagabundos fingem que são primos e vão consolá-las, mas acabam por fazer chantagem devido à morte de um homem no passado. (3)

SOUTIEN PARA O PAPAI, UM- Dir. Carlos Alberto de Souza, 1975. Comédia erótica com elenco de peso: José Lewgoy, Jorge Dória, Iris Bruzzi, Wilza Carla. (3)

SUPER FÊMEA, A- Pornochanchada com Vera Fisher em início de carreira. Nudez. (4)

SUPERMANSO, O- Dir. Ary Fernandes, 1974. Comédia erótica sobre dois amigos que vão passar as férias em cidade litorânea tendo as conquistas amorosas como principal objetivo. Com Mário Benvenutti, Jussara Freire. (2)

SAFADAS, AS – Dir. Carlos Reichenbach, Inácio Araújo, Antonio Meliande, 1982. comédia erótica em três episódios. Com Zilda Mayo, Sandra Graffi, Arlete Montenegro, Felipe Levy, Sergio Hingst. (4)

TARADAS ATACAM, AS – Dir. Carlo Mossy, 1978. Comédia em cinco episódios, satirizando o cotidiano carioca. (4)

TORMENTA - Dir. Uberto Molo, 1982. (3)

TANGARELLA, A TANGA DE CRISTAL- Dir. Luis Carlos Campello Torres, 1975. Com Jô Soares, Jardel Filho, Alcione Mazzeo e Paulo Coelho (ele mesmo!). Raridade. (3)

TARAS EROTICAS- Com Débora Muniz, XXX. (3)

TARA DAS COCOTAS NA ILHA DO PECADO- Dir. Antonio B. Thomé, 1980. Com Zilda Mayo, Márcia Prado e Zélia Diniz. Sexo softcore. (1)

TARAS DO MINI VAMPIRO / FUC FUC `A BRASILEIRA - pornôs altamente cômicos, absurdos e inomináveis com a anão Chumbinho. (3)

TARA DO TOURO, A- XXX com algum humor envolvendo mané que só transa usando chapéu de viking. (3)

TARA: PRAZERES PROIBIDOS- Dir. Luiz Castellini. Drama erótico com filha tendo um caso com namorada do pai. Alguma violência e tensão no final, quando a casa é invadida por vagabundos. Com Patricia Scalvi. (4)

TCHAU AMOR- Dir. Jean Garret, 1983. Famoso radialista nos anos 70, agora decadente, é demitido e se envolve com filha do dona da rádio, após sua vida familiar se deteriorar. Com Antonio Fagundes, Angelina Muniz, Selma Egrey. (3)

TEM PIRANHA NO AQUÁRIO- Dir. Vital Filho, 1982. Antiga prostitituta em cidade do interior, Sílvia ganha na loteria e, para se vingar de seus concidadãos, compra o hotel principal, transformando-o num prostíbulo. (3)

TENSÃO E DESEJO- Dir. Alfredo Sternhein, 1983. Mulher se muda para cidade do litoral a fim de esquecer um romance fracassado, mas acaba se envolvendo com um homem casado e em um assassinato. Com Zilda Mayo, Zélia Diniz. (4)

TESTE, O- Bastidores de um suposto teste de atores para filme pornô. Sexo explícito em abundância. (4)

TOPO GIGIO NO CASTELO DO DRACULA - Inacreditável trash do primeiro personagem homoerótico do universo infantil, aqui se deparando com fantasmas toscos e um Dracula viadão. (4)

TORTURA CRUEL- Dir. Tony Vieira, 80. Homem que acaba de sair da cadeia persegue e mata de formas cruéis criminosos que violentaram suas irmãs. (3)

TORTURADAS PELO SEXO- Dir. Tony Vieira, 1976. Exploradores de escravas brancas em confronto com a policia. Muita violência e nudez (3)

TORTURADOR, O- Dir. Antônio Calmon, 79. Divertida sátira aos filmes de espionagem com muita ação, matadores de aluguel, um nazista e um padre cheirador de cocaína. Com Jece Valadão e Vera Gimenez. (4)

TRAPALHÃO NO PLANALTO DOS MACACOS - Dir. J. B. Tanko, 1976. Primeiro filme de Mussum com os Trapalhões. Após serem confundidos com ladrões de joalheria, o quarteto foge num balão, indo para num planeta onde os homens são considerados inferiores. (3)

TROTE DOS SÁDICOS, O- Dir. Aldyr Mendes. Após entrar em faculdade, jovem calouro é perseguido por veterano sem escrúpulos. (4)

TUDO NA CAMA- Dir. Antônio Meliande, 1983. c/ Matilde Mastrangi. (3)

TURBILHÃO DE PRAZERES - Dir. Jobero, 1987. Anjo fêmea cai na terra a fim de ajudar pessoas com frustração sexual, entre elas um borracheiro que quer comer uma mina virgem, tem um cara que quer ser astro pornô e o Chumbinho um anão que está apaixonado por um negão gordo de quase dois metros (???). Outro para a lista dos ´´é ver para crer. Sexo explícito. (3)

ÚLTIMO CÃO DE GUERRA, O- Dir. Tony Vieira, 1980. Em época e país imprecisos, o general Zog, um neo-nazista, cria um campo de concentração com o objetivo de criar uma raça superior. Moças das fazendas das redondezas são sequestradas e um veterano do Vietnan (!) interpretado pelo próprio Vieira, vai enfrentar os vilões. Trash ULTRA RARO, recomendado pra quem acha que já viu de tudo!(1)

UMA FÊMEA DE OUTRO MUNDO- Dir. J. Figueira Gama, 1979. Márcia, mulher bonita e enigmática, tira proveito de sua aparência para aplicar pequenos golpes. Com Kate Lyra. (4)

UM PISTOLEIRO CHAMADO PAPACO- Versão cômica e XXX do western DJANGO, com produção acima da média das filmes do gênero e arrasadora performance do anão Chumbinho. Recomendado. (4)

UM UÍSQUE ANTES, UM CIGARRO DEPOIS - Dir. Flávio Tambellini, 1970. (4)

VAMPIRO DE COPACABANA- Dir. Xavier de Oliveira, 1976. Com Wilza Carla, Rosana Ghessa, Sandra Barsotti. (4)

VALE DOS AMANTES- Com Rita Cadilac. RARIDADE! (2)

VARIAÇÕES DO SEXO EXPLÍCITO- Dir. Juan Bajon, 1984. Equipe de filmagem vai até uma fazendo para filmar uma produção erótica, mas cada membro da equipe traz um problema consigo. Com Paula Sanches, Gisa Della Mare, Lígia de Paulo, Angélica Dummont. (4)

VEM BRINCAR COMIGO Legendas em português. (3)

24 HORAS DE SEXO EXPLICITO- Dir. José Mojica Marin, 1985. Três atores pornôs disputam pra ver quem consegue passar 24hrs. transando sem parar. Pornô-trash que foi o maior êxito de bilheteria do Mojica. Destaque para o papagaio falando baboseiras durante as orgias. (4)

Viagem ao céu da boca- Bandido invade casa, abusando e torturando seus habitantes, entre eles um travesti. Sexo explícto e o final mais inominavelmente tosco do cinema brasileiro!(3)

VIRGEM CAMUFLADA, A – Dir. Célio Gonçalves, 1979. Milionário se apaixona por Lúcia, mas é enganado e chantageado por dois amigos dela, vagabundos safados que juram que ela é virgem. (2)

VIGARISTAS DO SEXO- Dir. Ary Fernades, 1982. Mulheres chegam à cidade a procura de melhores oportunidades e de Adelino, a quem haviam conhecido num cassino julgando ser um homem de posses. Mas o encontram morando com duas mulheres. Várias situações cômicas, nudez de belas mulheres e sexo softcore. (3)

VINGANÇA DIABÓLICA (Aka MENINA DO SEXO DIABÓLICO, A)- Dir. Mario Lima, 1988. Mulher é estuprada e morta e seu amásio se vinga de forma brutal e sangrenta. SEXO EXPLÍCITO. Com Makerley Alves. (4)

VIOLÊNCIA NA CARNE- Dir. Alfredo Sternhein, 1982. Com Helena Ramos. Fugitivos invadem uma casa, aterrorizando seus moradores. Cenas de nudez, sexo softcore e violência. (1)

VIRGEM, A- Dir. Dionísio Azevedo, 1973. Com Nádia Lippi, Nuno Leal Maia.(4)

VISÕES ERÓTICAS DE BELINDA- Dir. Syllas Bueno, 1985. Tosquíssimo pornô, com Chumbinho. (4)

VIÚVA VIRGEM, A- Dir. Pedro Carlos Rovai, 1972. (4)

VOLÚPIA AO PRAZER Dir. Rubens Eleutério, 1981. Ninfeta que tem caso com rico industrial, acaba se apaixonando por pescador. Muita nudez e sexo softcore. Com Matilde Mastrangi, Nicole Puzzi, Zilda Maio. (3)

VOLÚPIA DE MULHER- Dir. John Doo, 1984. Drama erótico, com Helena Ramos. Nudez. (3)

XI COMETA - Dir. José Adauto Cardoso, 198?. Pornô tosco da Boca-do-lixo. (2)

Pornochanchada DVD

Fazer Download e Baixar os Vídeos da Pornochanchada

Marcadores: Casada no cio, Casada no cio contos eróticos de sexo grátis, Fotos Amadoras Pornochanchada, Fotos caseiras, Paparazzo, Playboy, Revista Sexy, Sexo Explícito


9:20 AM 1 Comentários
What different fashion styles are there 12
A review of Fashion by Anna Cora Mowatt HubPages
What different fashion styles are there 26
Adobe Photoshop CC ndir Gezginler 2018 Trke Son Srm Resim Dzenleme
What different fashion styles are there 50
Portal do Professor - De Olho nas Estrelas: descobrindo o
What different fashion styles are there 89
Emergencia en Venezuela por derrame de petrleo - Noticias - Taringa!
What different fashion styles are there 77
Style BK - Melbourne Fashion Blog Top Australian Fashion
What different fashion styles are there 95
Cached
What different fashion styles are there 40
What different fashion styles are there 67
What different fashion styles are there 51
What different fashion styles are there 45
What different fashion styles are there 23
What different fashion styles are there 52
What different fashion styles are there 20
What different fashion styles are there 31
What different fashion styles are there 34
What different fashion styles are there 56